Pular para o conteúdo
Como medir o ROI de um novo release

Como medir o ROI de um novo release

Compartilhe

ROI é um termo muito usado no marketing. Traduzido ao pé da letra, essa sigla significa algo na linha de “Retorno sobre Investimento” (Return on Invesment, como é falado em inglês). Esse conceito consiste em um simples cálculo, para se encontrar qual foi o valor obtivo já contando os gastos. Mas, é possível fazer ROI de release? Veremos mais disso abaixo.

Antes disso, temos que entender mais um pouco sobre o ROI e como é feito seu cálculo. A equação para mensurar o retorno sobre investimento é extremamente simples. Se pega o valor referente ao ganho obtido, e divide tal valor pelo valor de investimento. Assim, é possível calcular o custo-benefício de tal investimento.

Porém, certos métodos investimento são mais fáceis de serem feitos, pois os valores costumam ser bem mais claros. No caso do ROI de release, são poucas as assessorias que se empenham em puxar tais valores para fazer a mensuração, então o ROI acaba sendo pouquíssimo utilizado em assessorias de imprensa.

É compreensível o porquê não se usa ROI para assessorias de imprensa. Tentar fazer o cálculo do ROI de release é muito mais complicado que investimentos comuns. É complicado encontrar métricas coerentes para definir com clareza os resultados e conseguir calcular o ROI de release.

As métricas mais disponíveis as assessorias de imprensa não podem ser consideradas como uma avaliação completa, o que acaba interferindo em um cálculo efetivo de ROI de release. O clipping de notícias, minutagem ou centimetragem não são ferramentas completas o suficiente para se avaliar o real ROI de release.

É preciso ir além se quiser chegar ao ROI que uma assessoria de imprensa consegue com seus releases. No geral, são poucas as agências que acabam fazendo o ROI, justamente pela dificuldade de se fazer esse cálculo para uma assessoria de imprensa, e acabam usando apenas relatórios resultantes do clipping como forma de se mostrar resultados para seus clientes.

O problema é que, a cada dia que se passa, os clientes tem pedido mais informações, mais detalhes, e uma visão mais clara dos resultados. Alguns clientes vêm até perguntando como se determina o ROI de release. E claro, um cliente merece ter suas respostas bem claras, e suas dúvidas solucionadas.

Como se calcula o ROI de release?

Graças a serviços inovadores de monitoramento e clipping de notícias, muitos que até automaticamente geram resultados, nunca foi tão fácil se fazer o ROI de release.

Nem todo release mostrará um imediato impacto em conversões e vendas, porém é impossível negar seu impacto em promover notícias e conteúdo relevante de uma empresa para sua audiência central, e com um monitoramento de notícias automatizado, isso é muito mais fácil de ser mostrado para seus clientes.

Como um Press release é um documento com a finalidade de atiçar uma certa audiência, é possível definir o ROI de release, como o custo de investimento, criação e distribuição de um release, versus o impacto financeiro direto, e outros objetivos normalmente pré-definidos, como público, meios de imprensa veiculados, e quantia de audiência atingida.

Para se fazer um ROI de release mais claro, o ideal é programar previamente os objetivos que você quer cumprir junto a seu release. É importante deixar claro que o impacto financeiro costuma ser o último ponto de todos a vir.

Há outras formas de se verificar o ROI de um release?

Existem sim outros métodos de se calcular o ROI de um release, porém não são muitos. Aqui vamos apresentar alguns outros modelos tomados para se fazer o cálculo do ROI.

É possível sim chegar a um ROI de diferentes formas quando se trabalha em uma assessoria de imprensa. Uma agência de relações públicas em escala internacional chamada Ketchum trabalha agregando valor financeiro as atividades de relacionamento de uma empresa, mostrando o real retorno financeiro em cada investimento em assessorias de imprensa.

Essa agência de relações desenvolveu uma metodologia própria, que veio a ser chamada de algoritmo Ketchum. Esse algoritmo consegue interpretar os resultados obtidos em relação as ações de comunicação, e por fim, elaboram um detalhado diagnóstico resultante das ações de uma assessoria de imprensa.

Assim, com o valor obtido pelo ROI de um release, é possível que a assessoria de imprensa trace melhor o cenário em que uma empresa se encontra, mapeando melhor suas ações e releases, e se necessário, alterando o planejamento das estratégias de releases de seus clientes.

Temos também o Índice de Qualidade de Exposição na Mídia, gerado com base em um sistema que analisa imagem na mídia. Esse índice toma em conta diversos fatores, como análise editorial, mapa de fontes, auditoria da imagem, entre outros.

Esse índice é simples, variando de zero a dez, e tem como princípio demonstrar o quanto a notícia analisada reflete a imagem que é desejada ser demonstrada pelo assessorado em seu release.

Esse índice também tem a variação IQEM-V, que se baseia em princípios semelhantes, porém tem como objetivo avaliar em valores monetários o que agrega a imagem do cliente.

Outro índice que pode ser utilizado é o Índice de Desempenho da Notícia. Nesse índice, as notícias são avaliadas com diferenciação de seus níveis e pesos. O meio em que a notícia é divulgada é levado em conta, como rádio, jornal, TV ou internet.

O destaque que a notícia teve, se a notícia foi assinada por colunista ou repórter, a aparição do cliente em entrevista são alguns dos pontos analisados para analisar os valores de uma notícia. Tal ferramenta atribui diferentes valores para todos os pontos de uma notícia. Obviamente, a que tiver mais pontos, será uma notícia de maior qualidade.

É possível também fazer uma própria métrica mais simplificada. Usando um serviço de clipping, como o Klipbox, você conseguirá definir com clareza o alcance de sua notícia. A necessidade de usar um serviço para o clipping é grande, pois você não pode perder tempo fazendo o clipping, o ideal é sempre fazer isso em um sistema automatizado e próprio para tal.

Assim, após conseguir essa essencial informação, você conseguirá mostrar a seu cliente o alcance que um release teve, podendo usar isso em um ROI a ser demonstrado.

Conteúdo publicado via Publicaí

Inscreva-se no Newsletter

Mais recentes

Tecnologia

PMEs lideram investimentos em tecnologia

Investir em tecnologia é uma exclusividade das grandes empresas? Uma pesquisa da Cortex, plataforma de inteligência de dados voltada para vendas, mostra que não. Segundo

Fique por dentro de tudo que acontece no Marketing de Comunicação

Cadastre-se e receba nossos artigos e materias em primeira mão!