Pular para o conteúdo
Empreendedorismo jovem: 5 brasileiros que criaram soluções inovadoras

Empreendedorismo jovem: 5 brasileiros que criaram soluções inovadoras

Compartilhe

Do e-commerce ao design, eles apresentam soluções rentáveis para as demandas de empreendedorismo no mercado nacional

Foto: Freepik

Cada vez mais os jovens brasileiros desejam empreender, seja pelas condições do mercado de trabalho ou pelo desejo de construírem suas próprias histórias. Para ilustrar, em 2022, 60% dos brasileiros desejavam ter seus próprios negócios, segundo o Monitor Global de Empreendedorismo, realizado pelo Sebrae. Seguindo essas tendências, ainda de acordo com o Sebrae, 40% dos empreendedores iniciais no Brasil, estão na faixa de idade entre os 18 e 34 anos.

Diante deste cenário, conhecer histórias de empreendedores jovens que construíram seus negócios cedo, pode não apenas inspirar, mas servir como exemplo para aqueles que também desejam explorar novas oportunidades.

Conheça abaixo a história de cinco empreendedores que fundaram empresas como a Cartpanda, Cuponeria, BossaBox, Weme e Proesc.

Lucas Castellani, CEO e fundador da Cartpanda

Aos 20 anos, o empreendedor já havia faturado mais de R$ 25 milhões em vendas no mundo todo via dropshipping, um modelo de comércio virtual de vendas sem estoque. Mas foi em 2020, após observar uma dor deste mercado, que criou sua própria solução.

A partir desse momento, sem capital financeiro externo, fundou a Cartpanda, plataforma completa para criação e gerenciamento de lojas virtuais, que no ano seguinte, viria a receber um aporte pré-seed de US$ 120 mil da Y Combinator, a maior aceleradora do mundo.

Agora, com apenas 28 anos, Lucas já é uma das maiores referências quando falamos de soluções nacionais para o e-commerce e sua startup possui o faturamento de R$ 50 milhões por ano. Só em 2023, lançou o Cartpanda Awards, seu próprio sistema de recompensas exclusivas para os lojistas, e o Cartpanda Go, um checkout de 1-clique do Cartpanda Pay – um gateway de pagamento próprio que possui uma das melhores taxas de aprovação do mercado. Recentemente, anunciou mais uma novidade no mercado brasileiro: o Cartpanda Goes Global – funcionalidade cujo objetivo é facilitar vendas internacionais, visando possibilitar a melhor estrutura aos empreendedores digitais e inovar no mercado, plataforma é a primeira a oferecer o serviço no país.

Nara Iachan, CMO e cofundadora da Cuponeria

Nara começou a empreender bem cedo. Na época tinha 20 anos e estava estudando Economia na UFRJ, no Rio. A ideia veio de uma passagem da empreendedora pela Argentina, onde morou por três anos. Lá usava cupons para economizar no dia-a-dia. Ao voltar, percebeu que eles não eram comuns aqui, e trouxe para os sócios a ideia fazê-los já no formato digital. Então surgiu a Cuponeria, primeira plataforma de cupons grátis do Brasil, tendo recebido investimentos do Google e Bradesco.

Hoje, distribui descontos para mais de cinco milhões de usuários. Atualmente a empresa expande sua atuação para o mercado de loyalty ajudando grandes marcas como Bradesco Seguros, Ticket e Estácio a fidelizarem seus clientes.

Felipe Ferreira, CEO e cofundador da Proesc

Aos 18 anos, o filho de ribeirinhos e amapaense Felipe Ferreira foi convidado por seus atuais sócios Lindomar Góes e Elias Teixeira para fundar a empresa Proesc.com, edtech amapaense que desenvolve soluções inovadoras de gestão para instituições de ensino.

Na época, Felipe saiu do cargo de estagiário para a cadeira de CEO. Hoje, 15 anos depois, o empreendedor captou o maior investimento feito em uma startup do berço amazônico.

Felipe tem MBA em Engenharia de Software e Bacharelado em Sistemas de Informação, é programador, mentor e palestrante em empreendedorismo digital e startups. No ano de 2019 Felipe foi eleito Presidente da Associação de Empresas de Tecnologia do Amapá – Amapatec e, por 4 anos, atuou com foco em fomentar o desenvolvimento de novas startups e verticais da economia digital no Amapá. O objetivo do executivo desde o início é promover uma educação de qualidade, desse modo desde 2008, a Proesc passou a mudar a vida de milhares de pessoas por meio da educação.

André Abreu, CEO da BossaBox

Aos 25 anos, enquanto ainda estava na faculdade de publicidade, André teve a ideia de fundar a BossaBox, startup que aloca e gerencia squads sob demanda. Desde a infância, André já tinha um gosto por informática e programação, e os anos passaram e ele acabou entrando optando pelo curso de Publicidade e Propaganda por questões financeiras, e foi lá que conheceu seu atual sócio e Head de Produto e Marketing da empresa, João Zanocelo. Juntos, os empreendedores criaram a BossaInova, que era uma casa de software em que contratavam desenvolvedores e designers.

Esse primeiro projeto deu tão certo que entraram para a incubadora da ESPM, onde tiveram seu primeiro escritório. Logo depois, o negócio mudou de nome, nascendo a. BossaBox

Atualmente, André Abreu tem 29 anos, é Forbes Under 30, e o seu negócio de faculdade já fatura 22,5 milhões, com mais de 100 marcas no portfólio. Algumas dessas empresas são Housi, Ipiranga e Aché. Em 2020, a startup chamou atenção de grandes investidores como Astella e Redpoint Ventures, e recebeu aporte de R$ 8 milhões.

Carolina Kia, Co-fundadora da Weme

Carolina iniciou sua trajetória pelo empreendedorismo aos 27 anos, em conjunto com Maurício Bueno e Wagner Foschini na criação da Weme, consultoria especializada em design e tecnologia. Sua atuação foi fundamental para a aceleração de iniciativas de transformação digital sustentável de mais de 200 grandes marcas, em uma cartela de clientes formada, principalmente, por serviços financeiros, setor farmacêutico e saúde, agronegócio e indústria.

A executiva também é co-fundadora da Bud, plataforma dedicada à adoção de práticas gerenciais saudáveis, visando transformar o ambiente de trabalho, onde atualmente ocupa o cargo de CEO.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Fonte: terra.com.br.

Autor: Por.

Publicado: 02/01/2024 às 06:20.

Conteúdo publicado via Publicaí

Inscreva-se no Newsletter

Mais recentes

Tecnologia

PMEs lideram investimentos em tecnologia

Investir em tecnologia é uma exclusividade das grandes empresas? Uma pesquisa da Cortex, plataforma de inteligência de dados voltada para vendas, mostra que não. Segundo

Fique por dentro de tudo que acontece no Marketing de Comunicação

Cadastre-se e receba nossos artigos e materias em primeira mão!