Pular para o conteúdo
USP Ribeirão testa CAR-T contra câncer e leucemia

USP Ribeirão testa CAR-T contra câncer e leucemia

Compartilhe

Título: Terapia CAR-T da USP Ribeirão Preto: Esperança Contra Câncer e Leucemia

A terapia CAR-T, desenvolvida pela USP Ribeirão Preto em colaboração com o Instituto Butantan, representa um marco na luta contra o câncer e a leucemia, trazendo esperança para pacientes que não responderam a tratamentos convencionais. Este avanço na medicina destaca-se pela sua abordagem inovadora, prometendo revolucionar o tratamento dessas doenças.

Com o crescente interesse em terapias inovadoras, a terapia CAR-T surge como uma luz no fim do túnel para muitos pacientes. A manipulação de linfócitos T, células essenciais do sistema imunológico, para combater células tumorais, é um dos pilares dessa terapia, que já demonstrou resultados promissores em casos anteriores.

O que é a Terapia CAR-T?

A terapia celular CAR-T envolve um processo complexo e fascinante, onde linfócitos T do próprio paciente são coletados, modificados em laboratório e reintroduzidos no organismo. Essas células modificadas são treinadas para reconhecer e atacar as células cancerígenas, oferecendo uma nova esperança no combate a essa doença.

Este procedimento inovador foi desenvolvido nos Estados Unidos em 2017 e chegou ao Brasil em 2019, através de esforços conjuntos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), Instituto Butantan e com o apoio da FAPESP. A técnica se destaca por preparar os linfócitos T para identificar e eliminar células tumorais que não foram detidas por outras terapias medicamentosas.

A seleção de pacientes para participar dos testes de avaliação da segurança e eficácia desta terapia começou em Ribeirão Preto, marcando um momento significativo na pesquisa e aplicação de tratamentos contra o câncer no Brasil.

Iniciativa da USP Ribeirão Preto

A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) tem sido pioneira na pesquisa e aplicação da terapia CAR-T no Brasil. Em parceria com o Instituto Butantan e com o apoio da FAPESP, a instituição iniciou testes para avaliar a segurança e eficácia dessa terapia, marcando um passo importante na luta contra o câncer e a leucemia.

Com o apoio da FAPESP e do Ministério da Saúde, espera-se que 81 pessoas com leucemia e leucemia linfoide aguda, que não responderam a outras formas de tratamento, participem da terapia CAR-T. Esses pacientes serão atendidos inicialmente no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, onde já foram tratadas previamente 20 pessoas com células preparadas no Núcleo de Terapia Celular Avançada de Ribeirão Preto (Nutera-RP), em alguns casos com bons resultados.

Este esforço conjunto entre instituições de pesquisa, governo e setor privado é um exemplo da busca por soluções inovadoras e acessíveis para o tratamento do câncer e da leucemia no Brasil, destacando a importância da colaboração para superar desafios e avançar na medicina.

Expectativas e Desafios

Apesar das altas expectativas, a terapia CAR-T enfrenta desafios, especialmente relacionados ao seu alto custo. A busca por uma solução mais acessível é crucial para que mais pacientes possam se beneficiar dessa inovação. A colaboração entre instituições de pesquisa, o governo e o setor privado é fundamental para superar esses obstáculos e avançar no tratamento do câncer e da leucemia no Brasil.

O tratamento por paciente pode chegar a R$ 2 milhões, com medicamentos importados. No entanto, o produto nacional, conforme estimado pelo médico infectologista Esper Kallás, diretor do Butantan, poderia custar um sexto do importado, graças à redução dos custos de produção. Esta é uma notícia promissora que pode tornar a terapia CAR-T mais acessível a um maior número de pacientes no Brasil.

Este artigo explora o potencial transformador da terapia CAR-T, destacando os esforços da USP Ribeirão Preto e seus parceiros na busca por tratamentos mais eficazes e acessíveis para o câncer e a leucemia. A inovação e a pesquisa contínua são essenciais para enfrentar essas doenças, oferecendo esperança a milhares de pacientes e suas famílias.

Conteúdo publicado via Publicaí

Inscreva-se no Newsletter

Mais recentes

Fique por dentro de tudo que acontece no Marketing de Comunicação

Cadastre-se e receba nossos artigos e materias em primeira mão!