Pular para o conteúdo
Remarketing: como adotar essa estratégia de marketing digital na sua empresa?

Remarketing: como adotar essa estratégia de marketing digital na sua empresa?

Compartilhe

O remarketing é uma estratégia de marketing digital que ajuda as empresas a aumentar suas vendas ao reativar o relacionamento com os leads e clientes, por meio de ações focadas na conversão.

Principais aprendizados deste artigo:

O remarketing é uma estratégia de marketing que ajuda as empresas a aumentar seus níveis de engajamento e vendas ao focar em fazer contato com leads antigos e clientes da base.

Quando executada pela internet, a tática usa os cookies para verificar os dados e, assim, segmentar e personalizar as campanhas conforme as especificidades de cada perfil de lead ou cliente.

Para dar início a uma estratégia de remarketing, é preciso conhecer bem o público e segmentar os contatos, pensar em vários formatos de anúncios e monitorar os resultados.

><baixe nosso guia gratuito><

A propósito, o remarketing ajuda a mostrar aquele cliente que não faz negócios há bastante tempo ou que abandonou o processo no meio, mas que sua empresa ainda tem interesse em atender suas necessidades.

Ao mesmo tempo, é uma maneira de relembrar que sua marca existe. O resultado costuma ser um aumento nas vendas e taxas de engajamento. E quem não quer isso, certo?

Quer aprender como fazer remarketing? Então, siga a leitura, pois explicamos o que você precisa sobre esta estratégia de marketing e, ainda, apresentamos 4 dicas para colocá-la em prática!

O que é remarketing?

O remarketing é uma estratégia que foca em retomar o engajamento de uma marca com potenciais ou atuais consumidores que já fizeram contato anteriormente, mas não finalizaram o processo. Basicamente, são aqueles que já demonstraram interesse nas soluções que a empresa oferece, visando fomentar uma compra.

Por exemplo, uma empresa B2B pode fazer o remarketing de potenciais clientes que procuraram saber mais sobre um serviço ao solicitar um orçamento ou baixar um e-book.

Neste caso, os dados que eles deixaram são usados para tentar inseri-los no funil de vendas novamente, por meio de ações focadas em atrair a atenção deles.

Em paralelo, é possível usar a estratégia em clientes que já adquiriram um produto/serviço. Neste caso, a tática serve para apresentar outra solução complementar ou oferecer um upgrade.

O remarketing também é feito em lojas virtuais, como quando os consumidores abandonam um carrinho sem finalizar a compra. De qualquer forma, esse tipo de campanha pode ajudar a aumentar as vendas.

Como funciona uma campanha de remarketing?

As campanhas de remarketing pela internet funcionam usando cookies — e não os de comer. Na verdade, são arquivos de texto que armazenam dados de usuários e servem para rastrear o que é visto nas páginas. Ou seja, eles mostram no que as pessoas demonstraram interesse e as empresas usam esses dados para segmentar as ações.

Para compreender melhor, sabe quando você acessa um site e coloca seu login e senha? Pois bem, são os cookies que salvam essas informações para que você não precise digitar tudo na próxima vez que acessar a página.

Porém, os cookies também armazenam outros tipos de informações, como histórico de pesquisas e outros dados de navegação. E, por falar nisso, existem dois tipos: third-party cookies e first-party cookies.

Os third-party cookies são informações sobre a navegação dos usuários coletadas por terceiros, que podem ser acessados por times de marketing em campanhas de remarketing. Por exemplo, uma pessoa pesquisa sobre um produto e começa a receber anúncios em outros sites.

Porém, o Chrome, que é o navegador mais usado, está limitando o acesso a estes dados, visando garantir a segurança dos usuários.

Já os first-party cookies são os dados coletados pelos próprios sites, como login, senha e informação do carrinho. E, mesmo que esse tipo seja mais limitado, também pode ser usado no remarketing, já que você ainda consegue captar informações-chave sobre seus leads e clientes.

Como fazer remarketing? 4 dicas para uma campanha de sucesso

Agora que você já sabe o que é remarketing e como esta estratégia funciona, chegou o momento de aprender como criar uma campanha para sua empresa e, assim, reconquistar leads e clientes, potencializando o aumento das vendas. Vamos lá?

1. Segmente seu público

O primeiro passo é segmentar seu público, definindo quais perfis de consumidor deseja atingir com a campanha de remarketing. Serão apenas pessoas que abandonaram o carrinho? Ou serão clientes que não compram há um tempo?

Essa decisão ajuda a delimitar os detalhes das ações, como quais conteúdos exibir, formatos, maneiras de contato etc.

Aliás, uma campanha de remarketing para alguém que já é cliente tem uma abordagem diferente daquela pensada para uma pessoa que nunca fez negócio, só mostrou interesse.

2. Varie os formatos

Além de segmentar os perfis, vale criar vários formatos de ações para atingir o máximo possível de clientes. Podem ser anúncios em sites, posts nas redes sociais, e-mails marketing e até mesmo ligações.

Sim, você pode usar os meios tradicionais de abordagem de vendas para fazer remarketing, especialmente se a empresa for B2B. Por exemplo, tente mandar um e-mail ou ligar relembrando o contato anterior e oferecendo uma solução que pode beneficiar o cliente.

3. Ofereça condições especiais

Caso você escolha e-mail, mensagem ou ligação, é interessante oferecer condições especiais para os clientes. Por exemplo, um desconto se ele decidir finalizar a compra ou um pacote especial voltado para suas necessidades, caso seja um cliente antigo.

4. Monitore os resultados

Após dar início à campanha de remarketing, é crucial monitorar os resultados. Desta forma, você consegue saber se as ações deram frutos positivos, atraindo mais clientes e aumentando as vendas.

Neste ponto, é interessante monitorar os indicadores de marketing, como número e custo por clique, além das taxas de conversão.

Também é interessante contar com uma ferramenta de CRM, que permite monitorar e gerenciar todo o processo de vendas. Um bom exemplo é o Agendor, que possibilita acompanhar desde a etapa de planejamento até o pós-venda.

No mais, o Agendor armazena o histórico dos clientes, facilitando o processo de personalização das campanhas e elevando as chances de sucesso da estratégia. Faça o cadastro e comece a usar agora mesmo, gratuitamente!

Fonte: agendor.com.br.

Publicado: 05/02/2024 às 13:00.

Conteúdo publicado via Publicaí

Inscreva-se no Newsletter

Mais recentes

Tecnologia

PMEs lideram investimentos em tecnologia

Investir em tecnologia é uma exclusividade das grandes empresas? Uma pesquisa da Cortex, plataforma de inteligência de dados voltada para vendas, mostra que não. Segundo

Fique por dentro de tudo que acontece no Marketing de Comunicação

Cadastre-se e receba nossos artigos e materias em primeira mão!